Circuito Ciudad Vieja

Cidade Velha concentrou durante décadas as atividades políticas, administrativas, comerciais e culturais de

Ciudad de montevideo 3Montevidéu. Como resultado deste passado, conserva um rico patrimônio edilício, com uma variada gama de estilos arquitetônicos.

A riqueza patrimonial se junta com variadas iniciativas organizadas por Redes Sociais dos bairros, Cooperativas de vivendas, projetos de Economia Solidária e produção cultural, como as de La vieja Telita, que colocam no centro o respeito pela diversidade socio-cultural e o meio-ambiente. Localizada em proximidade do Porto, da Rambla e do centro, a Cidade Velha se encontra rodeada por galerias de arte e casas coloniais, adquirindo um encanto particular, onde se misturam o presente e o  passado, fazendo desse canto da cidade um passeio imperdível.

“Muitos anos andei ligado ao tango feroz daquele subúrbio, consciente de que devo um verso enamorado a essa República Oriental.  

Decorei meu ‘furrón’ de peregrino com ‘bisutas’ de fivela e estanho, sabendo que o destino era o caminho à outra margem do Rio de la Plata. A Vilariño foi embora voando, nórdico amanheceu o Daniel Amaro. Lamurga Maldoror vão arrasando o Pepe tão amplo e tupamaru. Por não falar dos vivinhos Viglietti, Jorge Drexler, Jaime Roos. Bom plano de vida para andar cantando, um mais tantos, muito mais que dois. Sem portenhas vontade de mal pôr mil horas antes do cantar do galo, tarde e mal quero aqui comprometer meu coração com sístole uruguaio. Gosto deste pais doce e agreste, que ando saboreando devagarzinho. Não parece mal Punta del Este, mas eu adoro a areia de Pocitos.  

Compadre do Juan Gelman, como sou, cúmplice desse espanto y dessa flauta dele, convido a celebrar algo, hoje por hoje, brindamos pela neta Macarena, Onetti, Benedetti, Galeano, Darnauchans, Zitarrosa, San Mateo…

Saibam vocês que este primo irmão, deve uma chaminé a Montevidéu”.  Joaquin Sabina.